INFLAÇÃO EM CURITIBA DESACELERA, APONTA IPC!

inflação queda

 

Em agosto, o Índice de Preços ao Consumidor do munícipio de Curitiba (IPC) apresentou variação de -0,31% ante as taxas positivas de 0,64% e de 0,18% ocorridas em julho deste ano e em agosto de 2015, respectivamente, de acordo com pesquisa do Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social).

Durante o ano de 2016 a taxa acumulada está em 4,55%; já nos últimos 12 meses o índice acumulado é de 7,54%, o menor valor desde abril de 2015.

No decorrer do mês, sete dos nove grupos de despesas exibiram oscilações negativas entre os quais estão Habitação (-2,43%), Vestuário (-2,09%), Despesas Pessoais (-1,33%), Saúde e Cuidados Pessoais (-0,51%) e Artigos de Residência (-0,51%). Os únicos com aceleração foram Alimentos e Bebidas (1,05%) e Transporte (0,75%).

Itens com participação significativa na composição da cesta de produtos e serviços do IPC foram determinantes na retração do indicador. Ressaltam-se, por exemplo, a elétrica residencial com queda -10,84%, os pacotes turísticos nacionais com decréscimo de -7,79% e os pacotes turísticos internacionais com oscilação de -14,57%.

Outros destaques com preços menores foram sapato e bota femininos, -15,63%, tratamento dentário, -10,09%, motocicleta zero km, -2,67%, e agasalho masculino, -10,84%.

As altas mais significativas ocorreram em automóvel de passeio nacional zero km, 2,08%, plano de saúde, 4,65%, mamão, 55,00%, automóvel usado, 00,48%, gasolina comum, 1,07%, empregada doméstica, 2,12%, passagem aérea, 10,06%, e refeição fora de casa, 1,23%.

Fonte: www.bemparana.com.br

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

Conheça as melhores oportunidades de fazer negócios imobiliários acessando o Portal de Imóveis Curitiba!

Acesse: www.portalimoveiscuritiba.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *